Lançamentos com foco na sustentabilidade

Confira as tendências de produtos sustentáveis que buscam ao mesmo tempo valor agregado de mercado e maior lucratividade

Atualmente lançar produtos com qualidade garantida apenas não é suficiente para se manter ativo no mercado a longo prazo. Produtos sustentáveis (com respeito aos apelos ambientes, econômicos e sociais) vem tomando cada vez mais espaço e ganhando maior relevância e prioridade dentro do varejo e nas indústrias. Confira a seguir os principais insights, conteúdo desenvolvido pela área de Desenvolvimento Técnico e Inovação (DTI), da Amicci.

Sabonete corporal Dove
A Unilever lançou nos Estados Unidos o sabonete corporal Dove em garrafa de alumínio reutilizável. É um produto quatro vezes concentrado e deve ser diluído se em água. De acordo com a Unilever, a embalagem refil utiliza metade do plástico de um frasco rígido de tamanho standard.

Lava louça Ypê Green
A Ypê apresenta mais uma novidade pensada no compromisso com o planeta e na preservação do nosso amanhã: o novo Lava-Louças Gel Concentrado Ypê Green, com fórmula mais sustentável, possui ingredientes de fontes renováveis, fragrância 100% natural, 0% de ativos petroquímicos e certificado Vegano da Sociedade Vegetariana Brasileira. Além de ser biodegradável, hipoalergênico, livre de corantes e com embalagem 100% feita de plásticos reciclados, tudo isso mantendo a qualidade Ypê, com um maior poder desengordurante.

Nescau sem tampinha plástica
Seguindo o compromisso de reduzir o uso de plástico em seus produtos, Nescau vai retirar as tampinhas plásticas de todo o portfólio de bebidas prontas em garrafinhas de PET. Além de toda a linha de bebidas Nescau, o projeto de retirada de tampinhas inclui também as marcas Neston, Alpino e Nescafé, e todos os lançamentos recentes da companhia como Moça Frapê sabor Morango. Com a iniciativa, a Nestlé deixa de utilizar quase 35 milhões de tampas por ano, o que representa cerca de 150 toneladas de plástico.

Sabonete Memphis com caixa de papel semente
O Sabonete Puro Vegetal Chá Branco 150g possui sua base 100% vegetal, constituída de óleo de palmiste e óleo de palma, que são de origem do fruto da palmeira, e estearina vegetal. Contém em sua formulação matérias-primas de ação umectante e emoliente. Elas são indicadas para todos os tipos de pele, principalmente as ressecadas em virtude da exposição constante às agressões externas como calor, sol e poluição. O papel da embalagem permite o plantio, pois contém sementes de flores, hortaliças ou temperos.

Desodorante stick Positiv.a Eco
Desodorante vegano com base vegetal, eficaz contra o mau odor. Permite que o corpo transpire naturalmente com Óleos essenciais orgânicos e agroflorestais, sendo hipoalergênico, hidratando peles sensíveis. Primeira embalagem de desodorante 100% Compostável do Brasil.

Iogurte Vigor com embalagem de papel
A Vigor Alimentos apresenta o primeiro iogurte em embalagem de papel do País. Batizada de Vigor Simples, a novidade chega dentro de uma linha com poucos ingredientes, todos naturais. A marca traz ao varejo um produto composto apenas de ingredientes naturais, com alto teor de proteína e em embalagem alternativa ao plástico: seu material é biodegradável, de fonte renovável e possui maior nível de reciclabilidade.

Absorvente Sempre Livre com embalagem de papel
A Johnson & Johnson Consumer Health apresenta o Sempre Livre Adapt Plus Eco com 50% menos plástico (comparado à versão atual Adapt Plus), absorventes cobertos por uma camada de bambu. As embalagens internas e externas são feitas de papel. Além de trazer embalagens 100% recicláveis, o lançamento conta com 80% dos materiais de sua composição vindos de fonte renovável. A celulose utilizada é obtida a partir de árvores reflorestadas de Pínus e Eucalipto, provenientes de florestas 100% plantadas, garantindo a sustentabilidade e a segurança do começo ao fim do processo. O projeto ainda é piloto, e inicialmente o produto está disponível para venda nas lojas da rede Carrefour (regiões Nordeste, Centro-oeste, Sul e Sudeste) e do grupo RaiaDrogasil (regiões Norte, Nordeste e Sudeste).

Rações Adimax com PET Reciclado
A Adimax adotou filmes sustentáveis para as embalagens dos produtos da marca Fórmula Natural. Os bags plásticos, com capacidade para 500 gramas, são produzidos pelo Grupo Copobrás com os filmes de PET PCR (poliéster reciclado pós-consumo) da linha Ecophane, da Terphane. Esse filme tem, no mínimo, 30% de PET reciclado em sua composição.

Fornecedores de embalagens sustentáveis

Valfilm Group
Uma das maiores produtoras, transformadoras e recicladoras de plástico do mundo e a maior da América Latina. Investem em inovação sustentável e oferecem a diversas indústrias soluções em embalagens plásticas completas, inovadoras e ecológicas com biodegradabilidade acelerada, conteúdo reciclado e matéria-prima renovável, que podem ser reconhecidas pelos rótulos de certificação exclusivos: Bio-V, ECO-P, Re-V Cycle e V-Green.

Wista Packaging
Pioneira no desenvolvimento de tecnologias para produzir embalagens com 100% da mesma matéria-prima: o polietileno (PE), além de produzir PCR (plástico de pós consumo reciclado) de alta qualidade, possibilitando maior aproveitamento desse material dentro da economia circular. Oferece a facilidade no processo de reciclagem, simplificando a classificação, reutilização e reduzindo a necessidade de captação de novos recursos. O mono-material agiliza a triagem em cooperativas e, assim, poupa recursos humanos e tecnológicos que seriam empreendidos com a separação da tampa, dos tubos e demais componentes.

Terphane
Apresenta soluções inovadoras, como a linha sustentável linha Ecophane®, composta pelas famílias de produtos:
– rPET, produzida com pelo menos 30% de resina PET Pós consumo reciclada (PCR);
– bPET, um inovador filme biodegradável, com tecnologia que possibilita a degradação em condições de aterros sanitários.
Todos os filmes de poliéster produzidos são recicláveis e especificamente a nova linha Ecophane® incorpora o conceito de Economia Circular, as embalagens descartadas pós consumo são recicladas e voltam a ser embalagem para novas aplicações, inclusive novas embalagens para alimentos.

Redação: Amicci, área de Desenvolvimento Técnico e Inovação (DTI)

Deixe uma resposta